You are currently viewing Você sabe o que são criptomoedas? É bom investir ainda em 2020?

Você sabe o que são criptomoedas? É bom investir ainda em 2020?

Nos últimos 5 anos as criptomoedas se tornaram uma febre no mundo  inteiro – Com rendimentos vistos poucas vezes em outros tipos de investimentos, as criptomoedas (sobretudo a Bitcoin) trouxeram muitas dúvidas e especulações sobre a sua segurança.

Por isso mesmo, nesse post você irá saber um pouco mais sobre as criptomoedas e como você deve usá-las na sua carteira de investimentos.

O que são criptomoedas?

Resumidamente, as criptomoedas são tipos de moedas com a diferença de não serem correntes no mercado físico – Essas são moedas que correm apenas no meio digital e normalmente são associadas com transações promovidas nesse meio.

Entre as criptomoedas mais famosas podemos citar as seguintes:

  • Bitcoin
  • Ethereum
  • Bitcoin cash
  • Litecoin
  • Ripple

A primeira criptomoeda a ganhar popularidade no mundo inteiro foi a Bitcoin, que vamos falar um pouco mais a respeito no tópico abaixo.

Bitcoin

A Bitcoin foi a primeira das criptomoedas criada. No ano de 2008 uma pessoa com o codinome de Satoshi Nakamoto criou o conceito, o explicou em formato de artigo e fez o lançamento em 2009. Entre os diferenciais da Bitcoin para as moedas tradicionais está o fato de não depender de agentes como governos para operar. Isso poderia facilitar a troca de produtos, serviços e e mercadorias sem necessariamente passar por um órgão mediador ou regulamentador – e assim evitar também a cobrança de taxas e impostos.

A Bitcoin teve sucesso quase imediato, porém nada se compara ao crescimento desta moeda nos anos de 2017 e 2018.

Nesta época, houve meses em que era possível dobrar o capital investido em menos de um mês com o investimento nessa criptomoeda.

Ethereum

A Ethereum é uma outra entre as principais criptomoedas do mundo e funciona com o mesmo princípios da Bitcoin. Não há diferença significativa entre esses tipos de moedas – ambas funcionam de maneira muito similar. A Ethereum porém, teve uma vantagem muito grande de ter se popularizado junto com o boom da Bitcoin, sendo uma alternativa muito boa à criptomoeda mais antiga.

Além disso, a Ethereum tem transações processadas de maneira mais rápidas e não é um tipo de moeda limitada (como é o caso das Bitcoins)

Criptomoedas são seguras?

As criptomoedas são uma opção de investimento que deve ser feita com cautela como qualquer outra.

Além disso, você deve estar ciente de que ao contrário de outros investimentos feito em bancos e corretoras como é o caso das ações, esse é um investimento sem regulamentações e órgãos fiscalizadores bem definidos no Brasil.

Entretanto, há diversas corretoras fazendo o trabalho de operações de compra e venda de criptomoedas há alguns anos, o que faz com que você possa sentir uma maior segurança.

Quais as principais corretoras de criptomoedas no Brasil?

No Brasil já existem hoje diversas corretoras especializadas na comercialização de criptomoedas. Entre as principais podemos destacar a BitcoinTrade, Foxbit, Braziliex e MercadoBitcoin.

Apesar de 2 delas trazerem em seu nome a ideia de que vendem apenas Bitcoin, estas também realizam vendas de outras moedas.

No site da BitcoinTrade é possível realizar depósitos de qualquer valor a partir de 50,00. Após o depósito você poderá investir em uma ou mais criptomoedas. Aceita-se também a opção de realizar os depósitos por meio do cartão de crédito com o pagamento de uma pequena taxa adicional de 5%.

Vantagens e desvantagens das criptomoedas

Entre as principais vantagens de realizar o investimento em criptomoedas podem se destacar as menores taxas de corretagem e menor burocracia comparados a sistemas de investimentos convencionais e mais comuns como as ações.

Além disso, por serem tecnologias recentes apresentam uma boa tendência ao ganho de valor – isto é, a chance de desvalorização atualmente é menor do que a chance de valorização.

Por outro lado a falta de regulamentação também pode ser um perigo para quem não esteja muito preparado ou não tenha o devido conhecimento desse tipo de mercado e sobretudo das empresas que fazem esse tipo de operação.

Há casos consideráveis de pessoas que caíram em golpes acreditando na boa fé de corretoras e pessoas que se diziam traders desse tipo de moeda.

Ou seja, em qualquer investimento (seja em moedas digitais ou não), você deve sempre ter a total informação de onde você está colocando o seu dinheiro. Você está investindo para ganhar dinheiro e não para perdê-lo, não é?

Devo investir meu dinheiro em criptomoedas?

Qualquer pessoa pode investir em criptomoedas?

Sim.

Qualquer pessoa deve investir em criptomoedas?

Não necessariamente.

Te digo isso pois da mesma forma que as pessoas não devem fechar os olhos e saírem gastando dinheiro por aí, elas não devem investir a sua renda em algo que não tenham conhecimento ou compreensão.

Além disso, você deve ter em mente que você não deve comprometer toda a sua renda em qualquer tipo de investimento, ainda mais se esse investimento não tiver regulamentação e não te dar segurança jurídica como em outros tipos de investimentos.

Entretanto não podemos negar o potencial de ganhos ao investir em criptomoedas – afinal, quando estão em tendência de crescimento como o momento atual é muito difícil encontrar algo que valorize tanto quanto esse tipo de ativos.

Sendo assim, caso você esteja realmente a fim de investir em criptomoedas, escolha uma excelente corretora como as citadas anteriormente e invista um dinheiro seguro – Aquele que não te faria muita falta caso as perdesse.

Como comprar Bitcoin e outras criptomoedas?

Como já citamos, para comprar bitcoin e outras criptomoedas de forma mais segura, você deverá utilizar prioritariamente corretoras brasileiras – Isso se deve ao fato de que estas estarão mais preparadas para atender ao mercado brasileiro.

Taxas e impostos nas Criptomoedas

Por não se tratar de um tipo de investimento regulamentado, podem haver muitas dúvidas sobre os impostos que podem ser cobrados por transações em criptomoedas.

Apesar da desregulamentação, as transações e rendimentos feitos com as criptomoedas devem ser declarados no seu Imposto de Renda da mesma forma que você provavelmente já faz com outros investimentos como ações na bolsa de valores.

Em caso de ganhos abaixo de 30 mil reais no ano-exercício do Imposto de renda a alíquota para pessoas físicas é 15%. Caso você tenha conseguido rendimentos ainda maiores que esse valor, a alíquota sobe para 22,5% em cima dos rendimentos.

É muito importante fazer a declaração da maneira mais correta e possível, pois assim como nos casos das corretoras responsáveis por transações envolvendo ações na bolsa de valores, as corretoras de Bitcoins e outras Criptomoedas são obrigadas pela Receita Federal a realizar o envio de informações sobre as transações e operações de qualquer cliente , independentemente do valor.

Ou seja, caso você deseje ocultar alguma coisa, é bem provável que a Receita Federal já esteja sabendo e você caia na Malha Fina, o que é um grande risco para você já que as multas são bem mais pesadas que o imposto devido.

Além dos impostos é bem provável que as corretoras cobrem algumas taxas em cima das transações. Apesar de ser a principal forma de renda dessas corretoras essas taxas são relativamente baixas (pois elas ganham na quantidade de transações realizadas) e irão impactar muito pouco nos seus lucros.

Simulação de ganhos com criptomoedas em 2020

Os ganhos em criptomoedas são variáveis e dependem de uma série de fatores – Um dos que potencializaram a valorização das criptomoedas foi a valorização do dólar com relação ao real.

Por serem moedas indexadas principalmente com a moeda americana, pode-se dizer que quem as comprou no Brasil estava investindo em criptomoedas e em dólar ao mesmo tempo.

Dito isto, trazemos aqui uma lista sobre os rendimentos das principais criptomoedas em 2020. As fontes dessas informações são os gráficos da corretora Bitcoin Trade.

Ganhos com bitcoin

Os ganhos com bitcoin em 2020 foram realmente consideráveis – Em 1º de Janeiro de 2020, 1 BTC valia R$29.160,62. Atualmente a mesma quantidade de bitcoins vale hoje (11 de outubro de 2020) o valor de R$ 62.657,38. Em termos percentuais foi uma valorização de 114,9% em apenas 10 meses – Uma valorização muito acima da maioria de outros investimentos como as ações em bolsas de valores.

Ganhos com Ethereum

Os ganhos com Ethereum foram ainda mais impressionantes no ano de 2020. No dia 1º de janeiro de 2020, 1 unidade desse tipo de criptomoeda (1 ETH) valia R$ 529,35. 10 meses se passaram e ela hoje vale R$ 2068,73. Em termos percentuais a valorização foi de aproximadamente 390,80%. Ou seja, se você tivesse investido 1000 reais, você teria hoje quase 4 mil reais!

Ganhos com Litecoin

A “mais famosa das criptomoedas menos famosas” por outro lado também se valorizou durante o ano de 2020, porém muito longe de chegar perto das irmãs famosas – A Bitcoin e a Ethereum. Em 1º de Janeiro de 2020, essa moeda valia R$ 170,71 e agora em outubro atingiu o valor de R$ 277,71. Em termos percentuais a valorização foi de 62,67%, ainda muito acima de outros tipos de investimento. Afinal, para ganhar 60% ao ano em ações na Bolsa é preciso um bom conhecimento e um bocado de sorte.

Como gerar uma carteira de Bitcoins?

Para gerar uma carteira de bitcoins você poderá realizar os seguintes passos de forma bem fácil e prática:

  1. Entre no site www.blockchain.com/explorer e crie sua carteira virtual – Será através dela que você poderá fazer e receber pagamentos com as suas bitcoins.
  2. Vá até o final da página e na seção “Produtos”, clique em “Carteira”
  3. Cadastre com o seu e-mail e crie uma senha para os seus próximos acessos. e posteriormente em “Crie a sua carteira”. Apesar de sabermos da baixa probabilidade de você fazer isso, precisamos alertá-lo para a leitura dos termos de uso. Por se tratar do seu dinheiro, você não vai querer assinar um contrato em branco, né?
  4. Caso esteja tudo ok para você, clique em aceitar e depois em “Criar minha carteira”. A partir desse momento você já terá a sua carteira de bitcoins pronta para ser utilizada.
  5. Você pode usar a sua carteira tanto para enviar quanto receber bitcoins – Para enviar bitcoins a outras pessoas, você deverá clicar em “Enviar”. Uma das vantagens desse tipo de carteira no entanto é que você também pode utilizá-la para enviar criptomoedas. Entretanto, para isso você deverá preencher alguns dados de maneira diferente do que quando você utilizá-la para enviar bitcoins. Você pode saber um pouco mais clicando nesse link: https://www.blockchain.com/pt/learning-portal/wallet-faq
  6. Caso você queira receber algum tipo de criptomoeda, você deverá clicar em “Request”. Da mesma forma que no caso anterior, em caso de dúvidas você poderá clicar nesse link para saber ainda mais e tirar todas as suas dúvidas: https://www.blockchain.com/pt/learning-portal/wallet-faq
  7. Não se esqueça de cuidar da sua carteira virtual como se fosse uma carteira de verdade – Você não vai querer ter a sua carteira e as suas criptomoedas roubadas, não é? Por isso mesmo você deverá criar a autenticação em 2 fatores e estar com todos os seus dados atualizados (principalmente o e-mail, que é onde você terá a possibilidade de fazer os processos de recuperação caso perca o acesso à sua carteira).

Alguns aplicativos de criptomoedas

Trazemos também no nosso post alguns dos principais aplicativos de criptomoedas mais úteis:

Foxbit

Como já citada nesse texto, a Foxbit é uma das maiores corretoras de bitcoin no Brasil. Através do aplicativo dela é possível realizar todas as operações necessárias nos mercados de bitcoin – Sejam elas de compra, venda e programação para vendas ao atingirem algum valor determinado por você.

BitcoinTrade

Além da Foxbit, a Bitcoin Trade também tem um excelente aplicativo para quem quer começar a trabalhar com os ativos de criptomoedas pelo celular. Com a possibilidade de acompanhar em tempo real e fazer as operações de imediato, é muito mais fácil fazer dessa forma. Além dessas opções, é possível realizar o pedido de saque.

BlockFolio

O Blockfolio é uma excelente ferramenta para fazer o acompanhamento do mercado de criptomoedas e saber da melhor maneira possível o que fazer e a hora certa de fazer as suas operações. Diferentemente dos apps anteriores, o Blockfolio serve mais como uma boa fonte de consulta e não como uma ferramenta de transações envolvendo criptomoedas.

Me siga no instagram: @carteiramilionariaoficial

Deixe um comentário

18 − dezessete =