You are currently viewing Filosofia de investimentos

Filosofia de investimentos

Para muitas pessoas investir é algo basicamente o seguinte: poupar e depositar os recursos na poupança.

É assim? Até pode ser, mas, para aquele que buscam mais rentabilidade, com ganhos maiores no longo prazo devem colocar em prática estratégias diferentes.

É preciso investir em produtos financeiros diferentes, talvez até mais sofisticado. Mas para colocar tudo isso na carteira de investimento é preciso uma boa filosofia de investimento.

Primeira regra é não perder dinheiro, segunda regra, não se esqueça da primeira…

A filosofia acima é aplicada pelo lendário investidor, Warren Buffett. Parece algo muito simples, mas é uma coisa bem difícil de aplicar. Principalmente quando o investidor é iniciante.

Quando iniciamos na bolsa de valores e temos contato com as ações, fundos imobiliários, ETF e demais produtos, a vontade é de investir em tudo.

Mas a renda variável pode provocar perdas em nossa carteira. Coisa que vai de contra com a primeira regra e consequentemente a segunda regra.

Por isso o negócio é sempre ter conhecimento no que estamos fazendo.  Se você não sabe muito sobre um determinado investimento, mas que comprar só porque outras pessoas estão fazendo isso e estão conseguindo lucrar, você pode se dar mal.

Às vezes, mesmo sabendo que a renda fixa vem gerando ganhos pequenos aos investidores, como a renda variável pode ser um lugar “hostil” é melhor ficar um tempo investindo em produtos de renda fixa. Talvez com mais tempo, conhecendo mais a renda variável o investidor terá ferramentas para iniciar seus investimentos na bolsa.

Menos e mais

Outra filosofia de investimento importante é o “menos é mais”. Não complique nos seus investimentos, comece simples e assim, você vai compreender melhor e vai lucrar mais.

Ao invés de comprar várias ações, na tentativa de construir uma carteira bem diversificada, você pode investir em um fundo de investimento em ações, ou até em um ETF.

Assim, você investe em um só produto, mas consegue diversificar muito a sua carteira. Ao investir em um ETF, como BOVA11, por exemplo, você estará comprando um fundo que segue de perto as oscilações do Ibovespa.

Só para constar, o Ibovespa é um índice que possui mais de 60 ações diferentes ações! É muita diversificação em um só produto.

Qual é o seu perfil de investidor?

Compreender o seu perfil de investidor é importante na hora de investir. Teoricamente existem 3 tipos de investidores;

Conservador: é aquela pessoa mais voltada a renda fixa que não curte muito a volatilidade da bolsa de valores e prefere ver o dinheiro se valorizando aos poucos, mas sempre, sem sustos.

Moderado: é aquele investidor que gosta da segurança da renda fixa, mas também vêm chances boas de lucrar na renda variável. Porém, o moderado tem um apetite por risco menor e se limita a trabalhar com alguns ativos e de forma não tão arrojada.

Arrojado: é aquele investidor que gosta do risco e vê chances claras de lucrar ao investir na renda variável.

Outro detalhe importante sobre os investidores de perfil arrojado: eles costumam ter visão de longo prazo e não se abatem tanto com as oscilações da bolsa de valores.

Alocação de ativos

Outra filosofia muito boa para ser aplicada em seus investimentos é a alocação de ativos. Gerenciar seus investimentos da forma correta pode lhe proporcionar rendimentos únicos no longo prazo.

Estamos falando de ganhos que podem superar diversos investimentos e até a performance de muitos bons gestores do mercado.

Para aplicar uma boa alocação de ativos, o investidor precisa definir as porcentagens que a carteira terá em renda fixa e variável.

Em grande parte, é prudente contar com mais investimento em renda fixa, portanto uma composição onde 70% da carteira ficam em renda fixa e 30% em variável faz sentido.

Dependendo do perfil do investidor pode haver mais peso na renda fixa do que na variável, de repente 80%/20%, ou até 90%/10%. Fica ao seu critério.

As principais filosofias de investimento foram mostradas no artigo. Agora é com você! Para começar eu aconselho iniciar pela análise de perfil de investimento.

Posteriormente, é preciso levantar qual é o seu conhecimento sobre o mercado financeiro, ampliar os mesmos e decidir como será a construção de sua carteira de investimentos.

Boa sorte em seus investimentos!

Me siga no Instagram: @carteiramilionariaoficial

Deixe um comentário

cinco × um =